A Adega


A Adega da Quinta do Cruzeiro, original de 1950, foi construída toda em granito ao longo das diferentes gerações Melo e concluída pelo Avô de Júlia de Melo Kemper que, aproveitando o declive do terreno, já trabalhava com recurso à força da gravidade.

Esta adega era composta por dois pisos, o de cima com os lagares de granito onde era feito a pisa do vinho e o de baixo com cubas e as barricas onde o vinho ficava a estagiar. Uma das chaves de sucesso deste projecto era controlar-se todo o processo desde a vinha até ao engarrafamento, neste sentido era prioritário investir numa boa adega, por isso decidiu-se que a recuperação da adega seria dos primeiros investimentos. Foi então que em 2007 a adega sofreu obras de recuperação e modernização, tentanto ao máximo preservar a estrutura inicial. As cubas foram limpas, alinhadas, revestidas a aço inox reduzidas de tamanho para receberem uma colheita menor mas de maior qualidade, e adquiriu-se todo o equipamento de escolha, desengace, esmagamento e também o controlo de temperatura, em todos os recipientes.

Podemos dizer que os segredos dos vinhos Julia Kemper está também na Adega que mantém muito da sua construção original.