A Vinha


As vinhas na Quinta do Cruzeiro são tratadas com toda a delicadeza e segundo uma agricultura sustentada, uma agricultura biológica consentânea com os nossos valores e com a herança que recebemos das gerações passadas, pois uma análise preambular à terra confirmou que esta se encontrava livre de qualquer contaminação, o que significa que sempre houve a preocupação de preservar o que a natureza nos deu.

Iniciaram-se primeiro pesquisas sobre legislação, técnicas e tecnologias associadas ao Modo de Produção Biológico (MPB); e com a ajuda da Vines & Wines fez-se um estudo exaustivo dos solos e climas da Quinta do Cruzeiro de forma a adequar as castas e os porta-enxertos aos terrenos existentes. Foram mapeados os vários talhões e procedeu-se às correcções e fertilizações de fundo dos 15 hectares. Decidiu-se que o encepamento seria com base nas castas da região do Dão, a saber: Touriga Nacional, Alfrocheiro, Tinta Roriz e Jaen nas tintas e Encruzado, Malvasia Fina e Verdelho nas brancas.

A riqueza da Quinta do Cruzeiro com os seus vários terroirs passa por seis parcelas de vinha rodeadas de mato e pinhal. No final de cada sebe, as videiras e nas bordaduras das vinhas as oliveiras. E tudo isto num planalto a 700m de altitude protegido dos ventos por quatro imponentes serras – Serra da Estrela, Serra do Caramulo, Serra do Buçaco e Serra da Nave. É um verdadeiro ecossistema de biodiversidade ligeiramente domesticado conseguindo temperar o indomável Dão com um brilho de elegância!